luciano, ana cristina, fernando rubiao

Alguns anos atrás, tinhamos tentado reconhecer a nossa cidadania da maneira normal, via consulado.
Sabiamos que seria difícil, pois o nosso antepassado que veio da Itália era mulher e seus descendentes, eram nascidos antes de 1948, quando a lei que permitiu às mulheres transmitir a cidadania aos filhos entrou em vigor.
Nós resolvemos tentar mesmo assim, já que tinhamos ouvido falar de algumas poucas pessoas em situação parecida que haviam conseguido antes.
Não conseguimos, fomos desenganados pelo consulado, e em todos os lugares, nos disseram que seria impossível.

Foi quando chegamos ao Dr. Luigi, por intermédio da nossa advogada no Brasil.
Ele viu os nossos documentos e achou que talvez teriámos uma chance, mas teríamos que entrar na justiça, e um juíz iria decidir o nosso caso.
Foi uma decisão difícil, pois na época, não havia tantas pessoas que já haviam conseguido o reconhecimento desse jeito, e por isso, o resultado era incerto.
Mas nós estávamos decididos a tentar de qualquer jeito.
Então ele nos mandou as procurações para poder representar a gente no tribunal lá na Itália, que nós assinamos e retornamos à ele.
Depois disso o processo todo levou uns 2 anos, mas valeu a pena.

Em março de 2009 o juíz decidiu em nosso favor, e alguns meses depois, obtivemos o registro na prefeitura do nosso antepassado.
Após isso, fui notificado pelo próprio consulado em Londres, onde moro, para ir me cadastrar, e logo depois, já pude pedir o meu passaporte normalmente, como qualquer italiano.
Em pouco tempo, o meu passaporte chegou pelo correio.
Os meus pais que moram em São Paulo, retiraram o passaporte por lá ao consulado italiano.

Agora que há mais e mais pessoas conseguindo o reconhecimeito da cidadania dessa maneira, ficou ainda mais fácil ganhar o processo, por que há mais jurisprudência.
Mesmo assim, ainda é um caso raro e um pouco mais complicado que o normal, por isso é importante que seja feito por um advogado extremamente competênte e experiente, como o Dr. Luigi.

Estamos muito gratos e queremos fazer-lhe em breve uma visita, para conhecê-lo pessoalmente e agradecê-lo.
Um abraço
Luciano, Ana Cristina e Fernando.

Ritratto: 
Certificato: 
BR luciano, ana cristina, fernando rubiao, Sao Paulo, Federative Republic of Brazil